facebook
twitter
logotype
deco

Nossos tratamentos

  

Terapia visual

O conceito de terapia visual que se utilizamos vai muito mais além do que se imagina como “fisioterapia” ou “estimulação” para os olhos. Nossa terapia visual esta baseada na neuroplásticidade cerebral e nosso objetivo é criar um novo aprendizado sobre as habilidades visuais.

Em função dos resultados obtidos no exame optometrico, de percepção, de processamento da informação visual e das necessidades escolares, acadêmicas, laborais ou de ócio do paciente, preparamos um programa personalizado de exercícios orientado a desenvolver e potencializar ao máximo as habilidades visuais e a integração das mesmas com o resto dos sentidos. Dessa maneira conseguimos mudar o modo de utilizar o sistema visual e como conseqüência melhoramos o rendimento escolar, laboral, esportivo e reduzimos ou eliminamos os sintomas que apresenta inicialmente o paciente. Resumindo, criamos novas conexões neurológicas, criamos uma nova maneira de ver.

Existem uma série de dúvidas frequentes sobre a terapia visual. Vamos responder algumas delas:

Como é feita a Terapia Visual?

Quanto tempo dura a Terapia Visual?

É possível combinar a Terapia Visual com outras terapias?

Quais habilidades visuais trabalhamos na Terapia Visual?

Ao finalizar o programa, através da repetição de uma série de exercícios específicos, conseguiremos automatizar e integrar as mudanças neurológicas que passarão a formar parte do paciente sem que ele precise fazer nada para mantê-las e sem medo que os problemas visuais voltem a aparecer.

 

Lentes de contato

As lentes de contato permitem que o paciente possa corrigir seu erro refrativo (miopia, hipermetropia e/ou astigmatismo) sem a necessidade de usar óculos.

O seu uso oferece inumeráveis vantagens como: praticar esportes sem riscos, aumento da visão periférica e uma visão mais aproximada a qual teria o paciente caso não tivesse um erro refrativo.  

Atualmente existe no mercado muitos materiais e frequência de utilização: diárias, mensais ou de uso prolongado e essa inúmera variedade reduz muito a quantidade de pessoas não-aptas para o uso de lentes de contato.

A adaptação de lentes de contato é uma ferramenta de trabalho indispensável para determinados tipos de tratamento e o Optometrista é, por excelência, o profissional mais indicado para a adaptação dessas lentes.

Em pacientes com ambliopia, estrabismos e anisometropia o uso de lentes de contato não é somente uma opção mais de tratamento, mas funcionalmente, é a opção mais indicada tanto se iniciamos um tratamento de Terapia Visual ou não. Por esse motivo, muitas vezes, é recomendado o uso de lentes de contato em crianças. Graças ao grande avanço da tecnologia, hoje existem lentes que podem ser adaptar em qualquer idade, inclusive em bebês com total segurança. 

Existem também algumas adaptações especiais de lentes de contato, cujas quais, poucos profissionais estão capacitados para realizá-las. Entre elas estão:

Ortoceratologia

Adaptação de lentes de contato em córneas irregulares

Todas as adaptações de lentes de contato, independentemente da idade, devem ser realizadas por um bom profissional. O paciente deve seguir os conselhos e fazer os exames recomendados, isso fará diminuir drásticamente os riscos derivados do uso das lentes de contato.

 

Lentes refrativas

As lentes ópticas são prescritas para compensar o excesso ou a falta de potência do globo ocular e assim proporcionar uma imagem nítida na retina. Por tanto, permitem compensar os erros refrativos como a miopia, a hipermetropia, o astigmatismo ou a presbiopia.

Em função do número de potências das lentes, estas podem ser:

    • Monofocais: Tem somente uma potência. Permitem enfocar em uma única distância.
    • Bifocais: Tem duas potências. Permitem enfocar em duas distâncias.
    • Multifocais: Tem “infinitas” potencias. Permitem o foco em várias distâncias.

 

Lentes de rendimento

O objetivo dessas lentes não é compensar nenhum defeito refrativo, mas sim modificar a acomodação o “esforço” que o sistema visual tem que fazer para manter a imagem focada. Em muitos casos se utilizam óculos bifocais para proporcionar um equilíbrio focal de longe e perto.

 

Prismas

Um prisma óptico é uma lente que quando olhamos através dela observamos um deslocamento aparente do objeto de fixação.

Da mesma forma que as lentes ópticas, os prismas podem ter uma função compensatória ou uma função Comportamental (prismas posturais).

      • Os prismas compensatórios são utilizados em estrabismos, em casos de visão dupla, em traumatismos crânio-encefálicos ou em dificuldades para alinhar os eixos visuais.
      • Os prismas posturais são utilizados para modificar a percepção do espaço levando o paciente a mudar sua postura visual, corporal e a realizar mudanças no seu comportamento em geral.

Dentro deste grupo encontramos os Micro Prismas e os Prismas Gêmeos, chamados desta forma porque sua prescrição é realizada com a mesma potência e a mesma base em ambos os olhos. Estes prismas são usados para tratar problemas de visão binocular, problemas acomodativos, miopias de aparição rescente, lesões cerebrais e traumatismos crânio-encefálicos.

 

Fototerapia Syntonic

Tratamento que utiliza a aplicação de luz através de determinados filtros coloridos com freqüências especificas. Estimula a bioquímica do cérebro por meio do sistema visual, pela conexão da retina (sistema Magno e Parvocelular) com centros cerebrais como o Hipotálamo e o Sistema Nervoso Autônomo (Simpático e Parassimpático).

syntonicRealizamos um estudo inicial que inclui a medida do campo visual de cada olho avaliando o equilíbrio do Sistema Visual Focal (acomodação) e o Sistema Visual Periférico (sistema binocular) e como consequência deste equilíbrio, a porcentagem do campo visual receptivo usado. Com base nesses resultados é decidido o tratamento adequado para cada caso.  

Esta é uma Terapia passiva, de maneira que o paciente não realiza nenhum exercício, somente deve ser consciente da luz que recebe através do aparelho. Os dois olhos são estimulados ao mesmo tempo.

A Fototerapia Syntonic pode melhorar a acomodação, os movimentos oculares, a binocularidade e também é muito útil para o tratamento de ambliopias.